Modos de colaboração

Para melhor se adaptar às expectativas e imposições das cervejeiras e responder às exigências variadas de uma clientela internacional diversificada, a Malteurop propõe vários modos de colaboração comercial, bem como prestações de consultadoria, de engenharia e de formação.

A relação transaccional

É tradicionalmente o modo de funcionamento mais comum na indústria. Consiste numa contratualização numa base pontual (contrato apelidado de “spot”) ou numa base anual, habitualmente entregue em várias vezes.

Este modo de transacção define um volume fixo, de acordo com os preços de mercado do momento, para uma qualidade dada a um período de entrega predefinido. Este tipo de contrato oferece à cervejeira uma grande flexibilidade nos seus aprovisionamentos e permite desfrutar dos preços de mercado. Mas não assegura uma verdadeira segurança de aprovisionamento no caso de riscos maiores que afectem o mercado e não permite à cervejeira beneficiar de um desenvolvimento de produto ou de serviço específicos.

A relação de colaboração

A Malteurop desenvolve rapidamente este modo de funcionamento, pois parece bem adaptada à evolução actual do ambiente e dos mercados, especialmente nos mercados maduros.

Interessam-lhe as cervejeiras que queiram assegurar a segurança dos seus aprovisionamentos sem ficarem expostas à volatilidade dos mercados. Consiste numa contratualização numa base plurianual a médio prazo (de 3 a 5 anos).

Este tipo de relação permite:

  • Oferecer produtos por medida (variedade de cevada e/ou especificação técnica do malte) e anteciparem juntos a evolução das características exigidas pela cervejeira, tanto a nível técnico como de marketing,
  • partilhar as informações de mercado - acerca dos preços, disponibilidades - em benefício de uma gestão activa do contrato,
  • desenvolver soluções de colaboração em termos de gestão de produção, de gestão partilhada dos stocks, de modos de transporte e de frequência de entrega, em termos de simplificação da cadeia de gestão da encomenda.
  • tornar o aprovisionamento seguro através de cláusulas do tipo “plano de contingência”, graças à densidade da rede industrial internacional do grupo Malteurop.

A relação estratégica

É um novo modo de funcionamento na indústria do fabrico do malte. A relação estratégica permite à cervejeira concentrar os seus recursos humanos e financeiros no núcleo da sua área, delegando à Malteurop a gestão dos principais riscos da cadeira de aprovisionamento do malte. Esta abordagem por medida assenta na análise precisa das necessidades específicas da cervejeira cliente num certo mercado.

A Malteurop integra aí os padrões dos clientes em matéria industrial, ambiental e social.

Nos mercados maduros, a relação estratégica permite reaver uma vantagem competitiva, optimizando o custo da cadeira de aprovisionamento e modernizando a ferramenta de produção que pode então beneficiar das vantagens da nova tecnologia, no que diz respeito ao processo, segurança alimentar, impacto sobre o ambiente...

Nos mercados emergentes, a relação estratégica permite a cada um dos parceiros concentrar-se na sua área de base (mas com um objectivo comum) e limitar os riscos da operação, enquanto reduz o prazo de desenvolvimento.

Este procedimento integra o estudo e, se for caso disso, a implantação da cadeira de aprovisionamento de cevada - da selecção de variedades, passando pela multiplicação das sementes, a cultura, a recolha, armazenamento e transporte.

A relação estratégia integra a análise industrial que permite definir, para além da localização da ferramenta de produção, o seu tamanho e as tecnologias mais adaptadas ao produto desejado e ao ambiente local. Ela vai até à realização e implantação industrial.

Este tipo de colaboração dá lugar à elaboração de um plano de negócios partilhado com o cliente, que será a base do futuro contrato de colaboração estratégica. A Malteurop encarrega-se do conjunto de realizações, incluindo a implementação das soluções de financiamento.

Esta abordagem pode traduzir-se em diferentes formas de parcerias e de contratos.

A relação estratégica desenvolve-se nos países maduros, mas também e sobretudo nos países emergentes onde o ambiente dos negócios, a agricultura e a indústria se encontram em fase de consolidação e quando a cervejeira procura uma aliança para reduzir os riscos e garantir o sucesso. A Malteurop tem uma grande experiência neste domínio. A Ucrânia, a China e a Espanha são bons exemplos de sucesso.